Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Most recent articles

Book Haul | HeyGabs

Posted by on ago 19, 2015 in Blog, Cultural, Livros, Videos | 0 comments

JENN6983-mini

Yay! Book haul? Essa é novidade no canal do youtube! Vem ver os livros que estou lendo, li e vou ler até o final desse mês e um extra: os livros da faculdade!

 

Livros mencionados

  • Eleanor & Park – Rainbow Rowell
  • Os demônios – Fiódor Dostoiévski
  • Mestre e Margarita – M. Bulgakov
  • A Arte da Felicidade – Dalai Lama
  • Dedique-se de coração – Howard S.
  • Post Mortem – Patricia Cornwell
  • Corpo de Delito – Patricia Cornwell
  • Homeland – Andrew Kaplan
  • Morte Súbita – J.K. Rowling

 

beijos!

DIY: Marcador de página (para espiral)

Posted by on ago 18, 2015 in Blog, DIY e Tutoriais | 0 comments

JENN6660-ok

Oi pessoal, tudo bom? O post de hoje é um DIY (do it yourself) mega rápido e fácil! Um marcador de página para cadernos e agendas que tenham espiral. Pelo menos comigo, o marcador SEMPRE cai quando quero marcar uma página neles! Por isso, me inspirei no marcador da minha agenda (vocês vão ver nas fotos) e criei um bem fácil e super “personalizável”. Vamos lá:

JENN6647-ok

  1. Meça: a largura da sua espiral e o espaço entre elas. Essas medidas são fundamentais.collage
  2. Escolha o tamanho do seu marcador. O meu é aprox. 12cm x 4cm (+ o encaixe da espiral)
  3. Escolha um papel durinho (papel cartão, por exemplo) e faça o contorno. Usei o meu marcador como “molde” e um papel preto com bordinhas brancas (já era marcador de página) e recorte.
  4. Decore como quiser. Aqui, vale tudo! No meu, só fiz estrelinhas na borda branca e escrevi “be happy”. Em outro marcador, escrevi MLI 2015 (Maratona literária de inverno) em um papel mais estreito (Canson. 8cm x 2,5cm)
  5. Prontinho!

JENN6643JENN6659-ok JENN6661

O que vocês acharam?

Beijo!

Gabi

Look: Clear

Posted by on ago 17, 2015 in Blog, Look, Mundo Feminino | 0 comments

Hey pessoal, tudo bom? Fazia tempo que eu não trazia algum look por aqui né? Bom, o de hoje usei em um almoço de domingo bem fresquinho (cadê você, inverno?). Olha só:

GABS6985

Coloquei a saia branca plissada com uma camisa clássica listradinha, sapatilha colorida e bolsa, também clássica. Ficou super fresco, confortável e os tons, bem claros.

GABS6996-1 GABS6989 GABS6991 GABS6993 GABS6997

O que vocês acharam?

Beijos!

Gabi

Fitness Routine | HeyGabs

Posted by on ago 16, 2015 in Blog, Fitness e Vida Saudavel, Mundo Feminino | 0 comments

Ihul! Video novo no canal sobre minha rotina saudável / rotina fitness. É importante dizer (e falei no vídeo também) que não sou nenhuma especialista no assunto… só mostrei minha rotina a pedido de vocês e é claro, para inspirar, dar dicas, etc.

Roupas usadas:

Terremoto – a falha de San Andreas (2015) …e um pouco sobre diálogos e relacionamentos

Posted by on jul 16, 2015 in Blog, Cultural, Filmes e Séries | 1 comment

A princípio, um filme sobre terremotos podia não despertar o interesse de muitos por se tratar, justamente, de terremotos, claro, e de muita ação… mas, foram esses os motivos que me levaram a assistir o filme Terremoto – A falha de San Andreas e mais: me surpreendi com o enredo e o tema abordado sutilmente no longa e então, gerou esse post. Não pretendo dar spoilers, então vou contar o suficiente para que eu possa, ao menos, fazer meu comentário final.

Vamos lá. O filme começa com uma situação aparentemente deslocada do enredo principal – um pequeno desmoronamento leva o carro de uma jovem (rebelde) para fora da estrada, os deixando enroscados em um precipício – para mostrar o protagonista, Ray Gaines, um piloto (de helicóptero) do Departamento de Resgate e Segurança de Los Angeles – interpretado por Dwayne Johnson – em ação, e o quão…profissional é. Cena um tanto tensa.

Em seguida, vem os fatos básicos de Ray e sua família: Ray, em processo de divórcio com Emma (que está namorando um multibilionário de Los Angeles) e Blake, sua filha de vinte e poucos anos. Tardiamente, descobre-se que o casal teve uma outra filha, que acabou morrendo em um acidente (e Ray não conseguiu salva-la). Aqui é a questão que quero comentar, porque as cenas, a ação, produção e edição do filme é muito boa e até surreal. Todos perceberão isso no trailer, em casa, ou melhor, nas telonas. A questão secundária – e que nem todos prestam atenção – do enredo é: um casamento foi ao (quase) fim por falta de diálogo entre o casal sobre a morte da filha. A mãe queria conversar. O pai não. Isso levou a conflitos e mais conflitos.

Abro um parênteses aqui para fazer meu comentário. Há uma dificuldade e incômodo enorme para muitos de nós para falarem sobre o luto, sobre a perda de uma pessoa próxima, ou até mesmo a dificuldade de lidar ou ouvir  o amigo-amiga-conhecido-etc que perdeu alguém (mesmo que este fale naturalmente sobre o assunto). Até mesmo o diálogo entre os que perderam essa pessoa, como citei no parágrafo anterior. Enfim, é necessário que se fale sobre o assunto e que o outro respeite esse momento do colega, mesmo que não entenda. Pequeno comentário “desabafante”.

Voltando ao filme. Paralelamente, dois pesquisadores detectam movimentos contínuos na placa (tectônica) de San Andreas. Para ilustrar, um mapa (repare em Los Angeles e San Francisco) e um fato importante a saber antes de assistir o filme:

“A Costa Oeste dos EUA, especialmente a Califórnia, é um dos lugares com a maior atividade sísmica do planeta. A falha de San Andreas é uma gigantesca rachadura visível de, aproximadamente, 1.300 quilômetros de extensão que marca os limites entre as duas maiores placas tectônicas do planeta: a placa norte-americana e a placa do Pacífico. O deslizamento entre as placas causa grande instabilidade em todo o estado da Califórnia, e foi a principal causa do violento terremoto que abalou a cidade de São Francisco em 1906. Conforme o Instituto de Pesquisas Geológicas dos Estados Unidos, o estado da Califórnia apresenta 99% de chances de ser atingido, nas próximas três décadas, por um terremoto superior a 6.7 graus.”

A aceitação do filme pelos críticos foi mista. Ao meu ver, não é um filme sem falhas, maravilhoso, digno de emojis apaixonados, mas me surpreendeu no que comentei anteriormente. Daria uma nota 7,8 de 10.

Vocês assistiram? O que acharam?

Qual foi o último filme que foi ver no cinema? Gostou?

Beijos!

Gabs