Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Most recent articles

Book: Divergente

Posted by on mai 1, 2015 in Blog, Cultural, Livros | 0 comments

Divergente é o nome do primeiro livro da trilogia de mesmo nome e foi escrito por Veronica Roth.

A história se passa em uma Chicago futurista, dividida em 5 facções: Audácia, Amizade, Franqueza, Erudição e Abnegação. Subentendido, cada integrante da facção tem determinada característica principal (a Franqueza, por exemplo, é a sinceridade).

divergente1

Nessa sociedade, quando o indivíduo completa 16 anos é obrigado a “escolher” uma facção com base no resultado do teste de aptidão – teste em que a pessoa é submetida a uma série de testes e situações em que deve escolher soluções – No “grande dia”, o pessoal – os filhos, que devem escolher sua facção, e seus pais – se reúnem em uma sala oval e são chamados um a um para escolher sua facção. Detalhe: uma vez escolhida a facção, a pessoa ficará nela para o resto de sua vida.

Quando li a descrição na orelha do livro achei que seria um pouco parecido com Jogos Vorazes principalmente pela alienação de “mundo ideal” imposto (utopia). E também, THG tem 12 distritos (antes 13) e cada um deles não se relacionam, Em Divergente há 5 facções, que também moram separadas e não se relacionam (diretamente). As pequenas revoluções no livro também se assemelham aos THG, mas as semelhanças param por aí.

divergente2

A personagem principal é Tris (Beatrice Prior) e posteriormente Quatro entra em cena como personagem principal.

Tris não tem aptidão para uma facção, mas para três (Abnegação – de sua origem, onde vivia até então -, Audácia e Erudição), o que além de raro, a torna “Divergente” e a coloca em extremo perigo. Não vou me prolongar para não “dar spoiler”, tudo o que eu falei aqui vai até a página 70 do livro, aproximadamente.

divergente4

O livro tem a capa linda, folhas amareladas, gostei do alinhamento das páginas, espaçamento, a fonte principal, e a fonte secundária (títulos, e tal). São 504 páginas de uma história incrível! Não achei que ia gostar tanto, mas amei e está nos meus queridinhos, junto com Jogos Vorazes e Harry Potter. O final é surpreendente.

divergente3

Mostrei esse livro em quatro vídeos no canal do youtube. E ah, tem filme!

ISBN 978-85-7980-131-0

Livrarias Curitiba | Livrarias Saraiva | Submarino

Alguém aí já leu? Se sim, o que acharam?

Até mais!

Gabs.

Look: Classic

Posted by on abr 18, 2015 in Look, Mundo Feminino | 0 comments

 

 

 

 

 

 

Hello! Voltando aos looks do dia aqui no blog (vocês adoravam!) o de hoje é clássico: clássico: camisa branca de algodão, saia preta rodada com bordados, e scarpin. O toque mais “moderno” veio da cor do sapato: turquesa. Adoro looks assim!

lookparty3

Dá pra usar o look no dia a dia (com sapatilha, para deixar mais casual) ou a noite, com salto.

 

lookparty1 lookparty5 lookparty7 lookparty6

 

 

O que vocês acharam?

Beijo!

Gabs

 

Dove: Escolha Bonita

Posted by on abr 14, 2015 in Cultural | 0 comments

“Sentir-se bonita é uma escolha pessoal que as mulheres devem se sentir capazes de fazer, todos os dias. Esse novo curta-metragem, Dove Escolha Bonita, filmado em 5 cidades internacionais (São Francisco, Xangai, Deli, Londres e São Paulo), observa as mulheres em todo o mundo pensando sobre a sua própria beleza.”

“Se sentir bonita” não é algo extremamente comum, pelo contrário, a auto estima alta pode ser até raro entre todas as mulheres do mundo. É um defeitinho ali, outro aqui. O novo curta da Dove me inspirou, de novo, a escrever um pouquinho sobre isso. Acho que todas (e todos) deveriam refletir após assistir o vídeo.

Resolvi escrever isso por dois simples motivos. O blog, inclusive no nome, é uma crítica à padrões de beleza (veja aqui o significado detalhado), e o simples fato de existir um padrão, me deixa inconformada. Não deveríamos nos sentir bonitas independente de nosso peso, altura, tipo de cabelo, cor de olho, tipo de corpo? Afinal, não é só a aparência que constitui uma pessoa e sua personalidade?

Me diga, o que você acha sobre tudo isso?

Beijao!

Gabi

 

Booklist #1

Posted by on abr 12, 2015 in Cultural, Livros | 0 comments

Oi galera! Tudo bom? Era uma “tradição” aqui do blog fazer booklists (wishlists de livros) periodicamente, então, aqui está a desse período!

Convergente

convergente
Livrarias Curitiba | Livrarias Saraiva

O terceiro livro da trilogia Divergente, que eu amo!

“A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. Em Convergente, o poderoso desfecho da trilogia de Veronica Roth iniciada com Divergente e Insurgente, a jovem será posta diante de novos desafios e mais uma vez obrigada a fazer escolhas que exigem coragem, fidelidade, sacrifício e amor.”

 

Quatro

quatro

Livrarias Curitiba | Livrarias Saraiva

“Reunindo quatro histórias da série Divergente contadas da perspectiva do personagem Tobias Quatro, e três cenas exclusivas, a coletânea ‘Quatro – Histórias da série Divergente’ oferece aos fãs da saga criada por Veronica Roth a chance de conhecer melhor a personalidade de um personagem fascinante e complexo, além de mergulhar mais fundo na sociedade dividida em facções criada pela autora”

 

Sniper Americano

American-Sniper-Book  Livrarias Curitiba | Livrarias Saraiva

“O perturbador relato autobiográfico do atirador mais letal da história das forças armadas norte-americanas. No livro, ele fala abertamente dos sofrimentos da guerra, da morte brutal de alguns companheiros, da ação como atirador e da frieza e precisão que desenvolveu ao longo do serviço, lançando luz não só sobre a perturbadora realidade dos combatentes como também sobre a extrema dificuldade da readaptação dos que retornam ao lar.”

O signo dos Quatro

sherlock-o-signo-dos-quatro Livrarias Curitiba | Livrarias Saraiva

Vocês sabem (pelo menos pelos inúmeros vídeos que já citei Sherlock) que eu amo amo amoo Sherlock Holmes!

“Sherlock Holmes encontra-se entediado e deprimido quando uma bela jovem chegou com um caso fascinante. O nome dela é Mary Morstan e todo ano, desde o misterioso desaparecimento de seu pai, ela ganha uma pérola de presente enviada por um desconhecido. Agora, seu benfeitor anônimo pediu um encontro e ela quer que Holmes e Watson a acompanhem. Juntos, eles vão descobrir uma intriga com tesouros inestimáveis e traições terríveis, nesta que é uma das mais famosas histórias de Sherlock Holmes.”

Um estudo em vermelho

livro-estudo-vermelho-sherlock-holmes-capa-benedict-cumberbatch Livrarias Curitiba | Livrarias Saraiva

“Um Estudo em Vermelho é uma poderosa história de assassinato, suspense, pistas enigmáticas, rastros falsos e vingança. Aqui, o leitor irá conhecer os lendários personagens Sherlock Holmes, Dr. Watson e o agente Lestrade, quando eles se unem pela primeira vez para perseguir um misterioso assassino que perambula pelas ruas de Londres.”

 

 

A mulher de preto 2

2885_361 2885 4089 640x940 Livrarias Curitiba | Livrarias Saraiva

“Durante a Segunda Guerra Mundial, a Grã-Bretanha é devastada por bombas alemãs. Enquanto os desafortunados encontram seu fim em meio a escombros e explosões em uma Londres arruinada, os sobreviventes buscam proteção nas estações de metrô e as crianças são enviadas para a zona rural para fugir do horror da Blitz.
A professora Eve Parkins é responsável por um desses grupos de crianças que segue para o campo. O destino: a Casa do Brejo da Enguia. A nova residência, localizada em um pântano e sempre encoberta por uma espessa bruma, agora está reformada e pronta para servir de escola e abrigo. Porém, existe algo na casa que deixa a jovem professora inquieta. Um mofo preto que parece se esgueirar pelas paredes, pesadelos angustiantes e um ruído aterrador vindo do porão à noite.
Edward, uma das crianças do grupo, tem um passado trágico. Após testemunhar a morte da mãe em um ataque aéreo, ele se retrai completamente. Sempre afastado, busca consolo em um fantoche que encontra na casa. No entanto, longe de ser apenas um brinquedo, o boneco parece servir de instrumento para o menino conversar com alguém.
Logo os novos residentes da Casa do Brejo da Enguia percebem que há mais uma pessoa entre eles. E ela parece ter planos para os visitantes.”

Anna Karenina

Anna-Karenina Livrarias Curitiba | Livrarias Saraiva

‘Todas as famílias felizes se parecem, cada família infeliz é infeliz à sua própria maneira’. Esta é uma das aberturas mais famosas de todos os tempos, e ainda hoje impressiona a sabedoria concisa com que Tolstoi introduz o leitor no universo de Anna Kariênina. Muito do que o romance vai mostrar está contido nesta frase. A personagem-título, ao abandonar sua sólida posição social por um novo amor, e seguir esta opção até as últimas conseqüências, potencializa os dilemas amorosos, vividos dentro ou fora do casamento, de toda a ampla galeria de personagens que circunda. O amor, aqui, não é puro idealismo romântico.”

 

Oblómov

oblomov Livrarias Curitiba | Livrarias Saraiva

” ‘Oblómov’, de Ivan Gontcharóv, é obra-chave na literatura russa do século XIX. Publicado em 1859, o romance suscitou amplo debate na época do lançamento ao retratar – na figura de seu protagonista Iliá Ilitch Oblómov, rico senhor de terras que mal sai do sofá e passa os dias de roupão, fazendo planos que nunca põe em prática – a elite russa às vésperas do fim da servidão. Ainda pouco conhecido no Brasil, o livro finalmente ganha a primeira tradução direta do russo pelas mãos do premiado escritor e tradutor Rubens Figueiredo, que também assina a apresentação. A edição traz posfácio do crítico italiano, especialista em literatura russa, Renato Poggioli (1907-63). Com capa dura revestida de tecido e impresso em papel-bíblia, o livro é ilustrado com estampas que remetem aos tecidos usados pela aristocracia russa da época, numa referência aos ambientes internos, cenário predominante no romance, e aos hábitos do protagonista.”

 

Muito bem, por hoje é só!

Quais são os livros da wishlist de vocês? Me conta nos comentários!

Beijo!

Gabi

O Jogo da Imitação (The Imitation Game) – 2014

Posted by on mar 29, 2015 in Filmes e Séries | 0 comments

The Imitation Game não teve tanta repercussão como eu gostaria que tivesse aqui no Brasil, pelo menos ao meu ver. Ganhou o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado, e foi indicado ao Melhor Filme, Melhor Ator, Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Trilha Sonora adaptada, Melhor Direção de Arte, e por aí vai.

the_imitation_game_a_p

Com Benedict Cumberbatch (oi, Sherlock!) interpretando maravilhosamente bem Alan Turing – o matématico inglês e o pai da ciência da computação – ,Keira Knightley (como Joan Clarke), Matthew Goode (como Hugh Alexander), entre outros, O Jogo da Imitação me surpreendeu. Meu motivo principal para ir assistir o filme foi claro: é o Benedict. Mas ao sair da sala do cinema, estava encantada. Não que seja um filme feliz, pelo contrário (acho que até chorei), é lindo, e triste. Não me arrependi por um segundo sequer.

Um filme que me inspirou. Turing nunca desistiu de seus sonhos. De suas capacidades. Não ligou para o que os outros pensavam, apenas continuou seu – maravilhoso – trabalho. Talvez uma palavra para resumir seria esperança. Determinação…

O filme é uma biografia de Alan Turing, que desenvolveu, aos 24 anos de idade, o que hoje chamados de computador, lá na Segunda Guerra Mundial, enquanto ajudava a decifrar um Enigma (um código, de guerra) que os alemães nazistas detinham. Turing salvou milhares de vidas com seu código durante a Guerra.

Mas Turing era “diferente” dos outros. Era homossexual. E isso lhe custou processos judiciais, uma vez que um “cientista não poderia ser homossexual” – no qual ele teve que usar remédios para uma “castração” química, que posteriormente o levou ao suicídio. Afinal, os remédios quase o matavam. Mas vamos lembrar, estamos falando de 1940/1950, e não 2015, por favor.

Em 11 de setembro de 2009, 55 anos após sua morte, o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, seguindo um pedido feito através de uma petição direcionada ao governo britânico, pediu desculpas formais em nome do governo pelo tratamento preconceituoso e desumano dado a Turing, que o levou ao suicídio. Em 24 de Dezembro de 2013, passou a ter efeito a Real Prerrogativa do Perdão, concedida a Turing pela Rainha Elizabeth II a pedido do ministro da justiça do Reino Unido, Chirs Grayling, depois que uma petição criada em 2012 obteve mais de 37.000 assinaturas solicitando o devido perdão

 

Vocês assistiram o filme? O que acharam?

Me conta nos comentários!

Se gostou, compartilhe <3

beijo!

Gabi